0800 707 5900 35 3729 9929 comercial@soitic.com

Por que é preciso garantir a biossegurança em laboratórios clínicos?

30/03/2021
Por que é preciso garantir a biossegurança em laboratórios clínicos?

Saiba quais são as medidas específicas para garantir a biossegurança laboratorial.


A biossegurança promove a integridade do ambiente e dos colaboradores de laboratórios clínicos. Veja como.

Um ambiente laboratorial está propenso a contaminações, acidentes e outras ocorrências que podem prejudicar a saúde dos funcionários e pacientes.

A biossegurança para a área da saúde diz respeito ao conjunto de medidas relacionadas à integridade do ambiente dos laboratórios clínicos. 

Essas medidas têm regulamentações específicas, treinamentos para emergências, além de instalações específicas no meio ambiente laboral e equipamentos de proteção individual. Veja a seguir os principais procedimentos a serem adotados pelos laboratórios visando manter a biossegurança.


Treinamentos específicos para emergência

O objetivo do treinamento para emergências é preparar os colaboradores para lidar com eventualidades e urgências, na tentativa de reduzir ou evitar o quanto possível os riscos que possam surgir.

Os Procedimentos Operacionais Padrão (POP) e a RDC 302/05 - Resolução do Regulamento Técnico para o funcionamento de laboratórios clínicos - em conjunto permitem elaborar um manual de biossegurança. Entre as regras que costumam constar nesses manuais:


  • Condutas e normas de segurança ambiental, biológica, física, química e ocupacional;

  • Orientação de usos de EPIs (equipamentos de proteção individual) e EPCs (equipamentos de proteção coletivos);

  • Boas práticas no manuseio e de materiais e amostras biológicas nas instalações do laboratório e fora dele.


Equipamentos de proteção individual e coletiva

Disponibilizar os equipamentos de proteção é uma obrigatoriedade do proprietário do estabelecimento, além de oferecer fiscalização e exigir a utilização desses equipamentos.

Em um laboratório, temos tanto os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e os EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva). Ambos têm como intuito proteger os colaboradores de possíveis riscos ocupacionais que fazem parte do ambiente laboratorial, como elementos tóxicos, agentes infecciosos, etc.


Equipamentos de Proteção Individual: entre eles estão toucas, capuz, capacete, óculos, jalecos e coletes, luvas, calças e botas.

Equipamentos de Proteção Coletiva: entre eles encontram-se dispositivos fixos ou móveis instalados no ambiente, como é o caso das Cabines de Segurança Biológica (CSB), filtros de ar, capela, coletores de resíduos, entre outros.


Ambiente adaptado e limpo

Além dos equipamentos de proteção, a infraestrutura do laboratório deve ser adaptada para atender às particularidades dos serviços e pacientes e conseguir manter uma biossegurança adequada.

Nesse sentido, a instalação de pisos antiderrapantes e a escolha por mobílias de fácil limpeza e manuseio, dando preferência por superfícies rígidas e não porosas, são escolhas que irão proporcionar maior esterilidade e segurança para funcionários e pacientes.

O cuidado com a limpeza também passa pelos equipamentos e instrumentos de trabalho, mantendo-os sempre limpos e esterilizados.


 Uma mulher com equipamentos de proteção, com capa branca, luvas e máscaras azuis, manipula um frasco com uma solução líquida enquanto escreve em uma planilha em um ambiente branco e esterilizado.Uma mulher com equipamentos de proteção, com capa branca, luvas e máscaras azuis, manipula um frasco com uma solução líquida enquanto escreve em uma planilha em um ambiente branco e esterilizado.


Atuação em conformidade com a NBR 14785 e RDC 302/2005

Como visto, os laboratórios de análise clínica seguem algumas diretrizes para que a biossegurança seja padronizada. A   Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 302 de 2005 é um dispositivo normativo que estabelece parâmetros para que o funcionamento dos laboratórios fique por dentro das medidas de biossegurança.

Também devem estar em ordem com a NBR 14785, requisito de segurança que permite que todos os colaboradores possam, entre outras coisas:


  • Fazer identificações e notificações sobre qualquer problema de segurança;

  • Realizar recomendações ou efetuar ações que visem solucionar situações de risco;

  • Prestar o acompanhamento ou participação em uma implementação de ações corretivas.


Com este conjunto de ações e procedimentos, laboratórios clínicos podem garantir a biossegurança de seu ambiente ocupacional, cooperando assim para a integridade e saúde de seus colaboradores e qualidade nos resultados.


Conheça o LABSYS WEB,  o Sistema de Soluções para Laboratórios de Análises Clínicas que simplifica e evolui seu laboratório. Saiba como podemos auxiliar sua gestão laboratorial!


                Fale com nossos consultores               

0800 707 5900 (Comercial)
(35)3729 9929 (Whatsapp)

 

Acompanhe nossas redes

@labsysweb

www.labsysweb.com.br/



Compartilhe essa postagem

FACEBOOK COMMENTS WILL BE SHOWN ONLY WHEN YOUR SITE IS ONLINE